Winnicott - A teoria do amadurecimento - Parte XIV - Dependência Relativa e Rumo à Independência

Winnicott - A teoria do amadurecimento - Parte XIV - Dependência Relativa e Rumo à Independência

Baseado em 2 avaliações
  • 924 Alunos matriculados
  • 01 Hora de duração
  • 4 Aulas
  • 1 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos

"o curso foi muito bom e esclarecedor, parabéns!"
Silvana
mais avaliações


Capítulo IV – Os estágios da dependência e da independência relativos

1) Estágio de desilusão, desmame e inicio das funções mentais.

  • O início da desadaptação gradual da mãe em relação ao bebê, e sua importância.
  • A importância das falhas maternas.
  • Desadaptação e criatividade.
  • O processo de desilusão e sua relação com a ilusão.
  • A ilusão onipotente.
  • A confiabilidade.
  • O desmame e sua relevância.
  • A capacidade de suportar a agressividade.
  • A relação entre ser odiada e colocar limites.
  • A gradualidade do processo de separação.

2) A transicionalidade

  • A transicionalidade é a mais importante contribuição de Winnicott à psicanálise. 
  • A transicionalidade como etapa do amadurecimento.
  • As raízes da transicionalidade na ilusão.
  • Objeto e fenômenos transicionais.
  • A “terceira área da experiência”.
  • O sentido pessoal de existência.
  • A relação do objeto transicional com o simbolismo.
  • A posse do objeto.
  • O Objeto transicional está entre a mãe e o bebê e representa, ao mesmo tempo, separação e união
  • O.T. e objeto interno.
  • A diferença do brincar para Winnicott e para Klein.

3) O estágio do uso do objeto.

  • A separação sujeito objeto.
  • O uso do objeto.
  • A destruição do objeto. 
  • É o impulso destrutivo que cria a externalidade.
  • A agressividade e motilidade.
  • A sobrevivência do objeto. 
  • O que acontece se o objeto não sobreviver?
  • A fantasia.
  • O amor incompadecido. 
  • O uso do objeto e a individuação.
  • Sobrevivência do objeto e a capacidade de amar.
  • É claro que já existia um “amor primitivo”, mas este estava ligado à necessidade. O amor objetivo e a externalidade depende da destruição e sobrevivência do objeto.

4) O estágio do EU-SOU

  • A conquista em um eu integrado.
  • A separação sujeito-objeto.
  • Simbolização fantasia.
  • Tornar-se um si-mesmo.

5) O estágio do concernimento

  • O estágio do concernimento e a posição depressiva de Klein.
  • A integração da vida pulsional.
  • O surgimento da culpa em relação à  destrutividade e o sentir-se responsável por possíveis danos causados ao objeto.
  • A relação dual.
  • O peso da culpa 
  • A sobrevivência da mãe.
  1. SOBREVIVER SER DIFERENTE E EXCLUÍDA.
  2. SOBREVIVER SER ODIADA.
  • A reparação.
  • A emergência do mundo interno.
  • Os conflitos passam a existir.
  • A verdadeira moralidade.
  • A entrada do pai no contexto.
  • O triangulo e a percepção das relações existentes entre pai e mãe
  • O triangulo com a criança no vértice: a “cena primária”. 
  • Durante o estágio do concernimento, enquanto a criança está tentando lidar com a agressividade a instintualidade está sendo integrada.

6) O estágio edípico

          

Psicólogos, pais, professores, educadores.

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Contato para Supervisão: 14-9.9772.3707"

   

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo CRP 06/70116 Psicólogo. Psicanalista Membro Filiado da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo SBPSP. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pela UNESP Bauru. Fundador e docente do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Fundador da Livraria do Psicanalista. Curador do Projeto de Ensino a Distância da Livraria do Psicanalista. Autor do Livro “Vínculo mãe-bebê e conflitos edípicos em crianças com Psoríase – um estudo de Psicossomática Psicanalítica, publicado pela Editora Zagodoni. Coordenador do Curso de Formação em Psicoterapia Psicanalítica do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru.


Nenhuma descrição cadastrada.

Conteúdo Programático

  • 1. Estágio de desilusão e início das funções mentais
  • 2. O Estágio da Transicionalidade
  • 3. O Estágio do Uso do Objeto
  • 4. O Estágio do Eu Sou e do Concernimento
  • winnicott 14
Voltar ao topo