A Psicanálise depois de Freud: a era das escolas.

Baseado em 7 avaliações
  • 664 Alunos matriculados
  • 15 Horas de duração
  • 10 Aulas
  • 7 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos


"Muito bom o curso. Possibilitou-me entender a Psicanálise depois de Freud. Muito obrigado professor!"
Gilvano Antonio Araujo
mais avaliações

Curso em vídeo de 15 horas. Acompanha roteiro de aula para ser baixado.

Assista em seu computador, Tablet ou Smartphone, onde e quando quiser. A partir do momento da compra você tem 1 ano para assistir esse curso.

A Psicanálise Depois de Freud: estrutura e constituição do campo psicanalítico na era das escolas

Trata-se de um curso de difusão cultural com caráter de aprofundamento em teorias psicanalíticas clássicas e, portanto, de nível intermediário de formação. As disciplinas de psicanálise que normalmente são oferecidas nos cursos de graduação costumam abordar os fundamentos básicos do campo, raramente se detendo em uma apresentação sistemática e abrangente dos referenciais teóricos que se desenvolveram após a teoria freudiana e se restringindo a trabalhar uma escola específica pós-freudiana, em geral já no âmbito da instrumentação para a psicoterapia psicanalítica. Nesse sentido, a carga horária de cursos de graduação normalmente é insuficiente para uma formação específica em psicanálise, demandando que os profissionais busquem alternativas de formação. A proposta deste curso é ser uma alternativa introdutória para profissionais e estudantes que possuem uma formação básica em nível de graduação e querem aprofundar seu conhecimento da estrutura geral da área na atualidade e se apropriar do referencial teórico-metodológico básico das diferentes orientações do campo.

CRONOGRAMA E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 

Aula 1 - A Era das Escolas. Balizas históricas e estruturais no campo psicanalítico. (já disponível)

Aula 2 - Psicologia do Ego. A psicanálise norte-americana e o paradigma pulsional. (já disponível)

Aula 3 - Melanie Klein. A psicanálise inglesa e o paradigma objetal parte I. (prevista para 05 de novembro de 2017)

Aula 4 - Bion. A psicanálise inglesa e o paradigma objetal parte II. (prevista para 12 de novembro de 2017)

Aula 5 - Winnicott.  A psicanálise inglesa e o paradigma objetal parte III. (prevista para dezembro 2017)

Aula 5 - Lacan. A psicanálise francesa e o paradigma subjetal parte I (prevista para dezembro de 2017)

Aula 6 - Dolto e contemporâneos. A psicanálise francesa e o paradigma subjetal parte II.  (prevista para dezembro 2017)

Objetivos:

Caracterizar a estrutura do campo psicanalítico a partir da concepção de Mezan sobre a história da psicanálise;

Problematizar os limites, impasses e aberturas do campo psicanalítico tal como constituído por Freud;

Compreender a organização do campo psicanalítico pós-freudiano, bem como suas problemáticas e desenvolvimentos principais no âmbito da teoria, da clínica e da cultura;

Caracterizar os paradigmas organizadores do campo psicanalítico: pulsional, objetal e subjetal;

Conhecer os fundamentos e principais conceitos das escolas paradigmáticas da psicanálise pós-freudiana na era das escolas: psicologia do ego, movimento kleiniano e movimento lacaniano;

Fomentar uma apropriação crítica do campo geral das teorias psicanalíticas, para além de posturas ecléticas ou dogmáticas.

Bibliografia

BLEICHMAR, N. M.; BLEICHMAR, C. L. A psicanálise depois de Freud: teoria e clínica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989. 

CAMPOS, Érico Bruno Viana. A posição singular da psicanálise no campo dos saberes e práticas psicológicas. In: FERREIRA, Arthur Arruda Leal Ferreira (org.). A pluralidade do campo psicológico: principais abordagens e objetos de estudo. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2010, p. 149-180. (Série Didáticos)

KNOBLOCH, F. (org.) O inconsciente, várias leituras. São Paulo: Escuta, 1991.

MEZAN, R. O tronco e os ramos. São Paulo: Companhia da Letras, 2015.

NASIO, Juan-David. Introdução as obras de Freud, Ferenczi, Groddeck, Klein, Winnicott, Dolto e Lacan. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1995. (Coleção Transmissão da Psicanálise)

1 ano Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 ano após a matrícula.

Psicólogos, Médicos e profissionais de saúde ou estudantes dos últimos anos de cursos de graduação nessas áreas.

Erico Bruno Viana Campos
"Psicólogo pela Universidade de São Paulo (2002), Mestre (2004) e doutor (2009) em Psicologia pela Universidade de São Paulo."


Psicólogo pela Universidade de São Paulo (2002), Mestre (2004) e doutor (2009) em Psicologia pela Universidade de São Paulo. Professor universitário e psicoterapeuta de orientação psicanalítica. Atualmente é professor assistente doutor do departamento de Psicologia da Faculdade de Ciências da UNESP Bauru, onde desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão, em nível de graduação e pós-graduação, sendo líder do grupo de pesquisa do CNPq "Psicanálise: Clínica, Teoria e Cultura", coordenador do Núcleo de Estudos, Extensão e Pesquisas em Psicanálise (NEEPPSICA) e orientador no programa de pós-graduação em Psicologia do Desenvolvimento e da Aprendizagem. Tem experiência na área de Psicologia e Psicanálise, com ênfase em História, Teorias e Sistemas em Psicologia e Teorias Psicanalíticas, atuando principalmente nos seguintes temas: psicanálise (metapsicologia, teoria do desenvolvimento, psicopatologia e teoria da técnica), fenomenologia e existencialismo, fundamentos epistemológicos e históricos da psicologia, metodologia de pesquisa, psicologia do desenvolvimento e saúde mental.

Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. A Era das Escolas Parte 1
  • 2. A Era das Escolas - Parte 2
  • 1. A Psicologia do Ego
  • 1. Melanie Klein Parte 1
  • 2. Melanie Klein Parte 2
  • 1. A psicanálise inglesa e o paradigma objetal. Winnicott.
  • 1. Lacan e o paradigma Subjetal Parte 1
  • 2. Lacan e o paradigma subjetal Parte 2
Voltar ao topo