Paciente não fala mais daquilo, ou, sobre o Inconsciente

Baseado em 18 avaliações
  • 895 Alunos matriculados
  • 01 Hora de duração
  • 1 Aulas
  • 1 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos

"Muito boa a aula."
Thiago
mais avaliações

Aula em vídeo de 1h07 minutos. Acompanha roteiro de aula para ser baixado em formado Word.

Assista em seu computador, Tablet ou Smartphone, onde e quando quiser.

O paciente não toca mais naquele assunto... ou: uma nota sobre o inconsciente

  • Uma paciente havia contado à analista, na primeira consulta, que tinha sido abusada sexualmente quando criança. Isso fazia seis meses e a paciente não tinha mais tocado no assunto; nem uma única vez; o que fazer em relação a isso?

  • É muito comum os pacientes nos contarem algo muito importante e não tocarem mais no assunto.

  • Devemos retomar o assunto? Ou esperar?

    Como sempre, na clínica, cada caso é um caso. Mas se entendermos melhor a dinâmica da situação, ficará mais fácil saber o que fazer.

  • Por que motivo a paciente nunca mais falou sobre algo que é tão fundamental em sua vida? Por que ela adia o confronto com um assunto que, no fundo, ela sabe que terá que lidar e enfrentar?

  • A resposta é sempre a mesma e, como veremos nessa aula, ela passa pela compreensão teórica do conceito de inconsciente. 

  • Qual a diferença entre um conteúdo que aparece nas sessões como uma informação e um conteúdo pronto para ser analisado?

    Qual o significado de dizer algo ao analista quando não se tem mais a intenção de voltar no assunto?

  • Se o conteúdo em questão não está inconsciente, por que o paciente o evita?

  • Seria possível um conteúdo estar consciente e inconsciente ao mesmo tempo?

  • Assim que abandonou a técnica da hipnose, Freud tratava suas pacientes por meio da associação livre. Freud descobria alguns conteúdos inconscientes. Aí ele comunicava esses conteúdos às pacientes. Informava-as sobre algo nelas que até aquele momento elas não sabiam. Contudo, para a sua mais absoluta surpresa, nada mudava. Ainda que a paciente aceitasse a informação, aquilo não fazia sentido para ela.

  • Por que isso acontecia e qual sua relação com o conceito de resistência e de inconsciente?

  • Na presente aula, iremos esclarecer um aspecto muito importante do conceito de estar consciente e demonstrar o motivo pelo qual não podemos tentar analisar o inconsciente à força.

  • Exemplos clínicos serão dados para demonstra a questão teórica apresentada e para sugerir formas de atuação nesses casos e em outros nos quais a mesma dinâmica está presente.

Psicólogos

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Contato para Supervisão: 14-9.9772.3707"

   

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo CRP 06/70116 Psicólogo. Psicanalista Membro Filiado da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo SBPSP. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pela UNESP Bauru. Fundador e docente do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Fundador da Livraria do Psicanalista. Curador do Projeto de Ensino a Distância da Livraria do Psicanalista. Autor do Livro “Vínculo mãe-bebê e conflitos edípicos em crianças com Psoríase – um estudo de Psicossomática Psicanalítica, publicado pela Editora Zagodoni. Coordenador do Curso de Formação em Psicoterapia Psicanalítica do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru.


Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. Paciente não toca mais naquele assunto, ou, uma nota sobre o conceito de Inconsciente.
  • Paciente não fala mais daquilo, ou, sobre o Inconsciente
Voltar ao topo