O Complexo de Édipo em Freud

Baseado em 29 avaliações
  • 592 Alunos matriculados
  • 07 Horas de duração
  • 16 Aulas
  • 4 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos


"otimas explicacões"
maria denilza do n munhoz
mais avaliações

O Complexo de Édipo em Freud (Todas as aulas deste curso são em vídeo e têm como acompanhamento um roteiro de aula para ser baixado.)

Assista a primeira aula deste curso Grátis.

Assista em seu computador, Ipad ou Smartphone, onde e quando quiser. A partir do momento da compra você tem 1 ano para assistir este curso.

O Complexo de Édipo é o mais importante conceito psicanalítico; a espinha dorsal da Psicanálise; ou, o fio a partir do qual o tecido da teoria psicanalítica é costurado. Pense em qualquer conceito importante da psicanálise, e lá encontrará o Édipo. Por exemplo, nos conceitos de libido, repressão, ansiedade, narcisismo, sexualidade, inconsciente, neurose, psicose, perversões, segunda tópica, etc.

O Édipo também está presente no pensamento clínico e nas teses antropológicas de Freud. Ou seja, podemos resumir a resposta à pergunta “Por que estudar Édipo?”, da seguinte maneira: “Porque a Psicanálise é Edipiana!” 

No presente curso, discorreremos sobre a importância e significado do Édipo nos seguintes sentidos, entre outros:

  • A relação entre o Édipo como mito, tragédia e conceito;

  • O Édipo como momento fundamental e etapa mais importante do desenvolvimento psicossexual, sua estrutura de base;

  • Norte e estrutura de base da constituição da segunda tópica freudiana: ou seja, da estrutura do aparelho psíquico, constituída por Ego, Id e Superego;

  • O conceito “Instaurador” da Lei e consequentemente da cultura. Primeiro a mais importante código de Lei da civilização;

  • A relação do complexo de Édipo com as fases do desenvolvimento: oral, anal, fálica e genital, assim como o período de latência; ou seja com a teoria da libido;

  • A diferença do Édipo no menino e na menina.

Acompanharemos o desenvolvimento histórico do conceito, desde 15 de outubro de 1897, quando o mesmo aparece pela primeira vez sob a pena de Freud, até o texto Feminilidade, de 1933. 

Neste percurso, serão analisados 14 textos da obra de Freud, em ordem cronológica, tendo sempre em vista as relações destes textos com o conceito de complexo de Édipo e sua evolução.

Bibliografia

EDIÇÃO STANDARD DAS OBRAS COMPLETAS DE SIGMUND FREUD" 24 Volumes

Freud - A Trama dos Conceitos

Ler Freud

Freud - Uma vida para o nosso tempo

Vocabulário da Psicanálise

Dicionário de Psicanálise

1 ano Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 ano após a matrícula.

Curso destinado a todos aqueles que se interessam pela psicanálise.

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Psicólogo CRP 06/70116.. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. "

   

Psicólogo CRP 06/70116. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Saúde UNESP - Bauru. Psicólogo Clínico.

Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. O Édipo como mito, tragédia e conceito - Parte 1
  • 2. O Édipo como mito, tragédia e conceito - Parte 2
  • 3. A Teoria da Libido e sua relação com o Complexo de Édipo: Fases oral, anal, fálica, genital e período de latência.
  • 4. Rumo ao conceito de repressão. O período imediatamente anterior ao aparecimento do Édipo no contexto psicanalítico.
  • 1. O Édipo nas cartas a Fliess (1897), na Interpretação dos Sonhos (1900) e no caso Dora (1905).
  • 2. O Édipo (ou sua ausência) nos “Três ensaios sobre a teoria da sexualidade.” (1905)
  • 3. O Édipo em “Sobre as teorias sexuais das crianças.” Primeiro exame explícito do Complexo de Castração. (1908)
  • 4. Hans (1909), o pequeno Édipo.
  • 5. “Um tipo especial de escolha de objeto feita pelos homens.” (1910) O Édipo vira um conceito.
  • 6. “Totem e Tabu” (1913), o fundamento antropológico do Édipo. O Édipo como fundador da Civilização, da Moral e da Religião.
  • 7. “O ego e O id.” (1923) A relação do Édipo com a gênese do superego. O Édipo positivo e negativo.
  • 8. “A organização genital infantil.” (1923) O aparecimento da fase fálica e sua relação com o Édipo.
  • 1. “A dissolução do complexo de Édipo”. (1924) Resumo do complexo de Édipo nos meninos e início da análise do mesmo nas meninas.
  • 2. O complexo de Édipo nas meninas. “Algumas consequências psíquicas da distinção anatômica entre os sexos” (1925). “Sexualidade Feminina”. (1931) e “Feminilidade” (1933)
  • 3. Encerramento
  • O Complexo de Édipo em Freud
Voltar ao topo