Não sei o que interpretar! O que fazer?

Baseado em 14 avaliações
  • 456 Alunos matriculados
  • 16 Minutos de duração
  • 1 Aulas
  • 1 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos


"Hoje aconteceu exatamente isso em uma sessão. O paciente em sessões anteriores, sempre comenta "já devo ter dito isso a você", como se eu estivesse insistindo que ele falasse. Como se a cada sessão, ele devesse falar algum fato novo. Esse comentário provocou-me uma certa angústia, pois acredito que os conteúdos são inesgotáveis e nunca o paciente fala tudo. Uma sessão nunca será igual a outra e realmente as interpretações são construções que favos juntos fazendo. Muito importante essa aula."
MARIA JOSELANE LUCENA FIGUEIREDO
mais avaliações

Aula em vídeo de 16 minutos. Acompanha roteiro de aula.

Assista em seu computador, Tablet ou Smartphone, onde e quando quiser. A partir do momento da compra você tem 1 ano para assistir esta aula (caso compre assinatura o prazo é o da sua assinatura).

Não sei o que interpretar! O que fazer? ou Capacidade Negativa

Bibliografia: Zimerman, D. Manual de Técnica Psicanalítica uma re-visão. Artmed, Porto Alegre, 2004.

Capacidade negativa foi um termo cunhado por Bion e que diz respeito à capacidade que o analista deve ter de suportar o não saber.

Todo analista gostaria de entender algo a mais sobre aquilo que o paciente está falando. Fazer interpretações, demonstrar ao paciente coisas que ele não viu ou sobre as quais ainda não refletiu, e que o fazem de alguma forma entender melhor uma situação ou ter um insight.

Contudo, muitas vezes o tempo vai passando e o analista não consegue pensar em nada para falar, não pensa em nenhuma relação entre o que o paciente diz e outros conteúdos. O fato de não saber o que é que está se passando na sessão desperta no analista angústia. O ser humano em geral não gosta do vazio e da falta de respostas, mas algumas pessoas sentem uma espécie de pavor diante dessa situação.

Analistas inexperientes e que querem demonstrar serviço, ou muito narcísicos, ou muito exigentes consigo mesmo, ficam muito aflitos e se sentem na obrigação de encontrar o que falar ou dar uma interpretação arguta ou inteligente ao paciente. Sente que se não fizerem isso não estão trabalhando.

Bion diz que o analista que consegue suportar o não saber possui uma capacidade negativa, ou seja, capacidade de ficar no vazio. Se o analista não tem essa capacidade, suas interpretações terão uma finalidade diferente. Não terão mais a finalidade de realmente interpretar, mas de aliviar sua própria angústia. 

O que o analista deve fazer nessas situações?

Psicólogos.

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Psicólogo CRP 06/70116.. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. "

   

Psicólogo CRP 06/70116. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Saúde UNESP - Bauru. Psicólogo Clínico.

Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. Não sei o que interpretar! O que fazer?
  • Capacidade negativa
Voltar ao topo