Interpretações Transferenciais e Contratransferenciais

Interpretações Transferenciais e Contratransferenciais

Baseado em 14 avaliações
  • 488 Alunos matriculados
  • 01 Hora de duração
  • 2 Aulas
  • 1 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
Parcele em 12x R$ 5,02 (ou R$ 49,99 à vista )
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira!

"Foi muito esclarecedor como se dá uma interpretação na transfêrencia dos conteúdos do paciente e a fundamental importância da transferência e sua interpretação para a mudança estrutural e como é dificil acontecer esta mudança. Ótima aula!"
Maria Cristina Conedera e Silva
mais avaliações

Aula em vídeo de 1h10 minutos. Acompanha roteiro de aula para ser baixado em formado Word.

Assista em seu computador, Tablet ou Smartphone, onde e quando quiser. A partir do momento da compra você tem 1 ano para assistir esta aula.

Interpretações Transferenciais e Contratransferenciais

A presente aula é um resumo do texto "Interpretação: o passado no presente." da psicanalista britânica do grupo kleiniano Ruth Riesemberg Malcolm. O texto é um dos capítulos do livro Melanie Klein Evoluções (ver bibliografia abaixo).

A transferência é o eixo em torno do qual gira todo o trabalho clínico em psicanálise. Descoberta por Freud no início do século XX, a transferência foi a princípio interpretada como uma resistência e como um obstáculo ao trabalho clínico. Com o tempo, a compreensão deste fenômeno levou Freud e seus seguidores a considerar a transferência o principal fenômeno clínico e a mais importante ferramenta de trabalho analítico. A transferência é o palco no qual são revividos os traumas e as antigas relações de objeto dos pacientes, ou seja, repete-se na transferência a patologia do paciente, mas, agora, vivida em estado puro e na relação com o analista. Assim, obtém-se a possibilidade de dar um desfecho diferente daquele que um dia gerou os sintomas neuróticos e psicóticos do paciente, promovendo mudanças estruturais e profundas em suas relações de objeto atuais e antigas (com seus objetos internos infantis).

Neste texto a autora nos mostra a importância das interpretações transferenciais e apresenta exemplos clínicos. O professor Guilherme apresentará ainda outros exemplos clínicos.

A intenção da autora do artigo, e consequentemente desta aula, é ressaltar três pontos importantíssimos sobre a clínica psicanalítica.

1) Ao interpretar a transferência o analista está interpretando passado e presente ao mesmo tempo.

2) A resolução dos conflitos do paciente pode ser alcançada com a interpretação da transferência. 

3) As interpretações que se referem à história passada do paciente não são objetivo do trabalho analítico, mas servem para dar ao paciente um sentido de continuidade.

Bibliografia

Melanie Klein Evoluções - Elias Mallet da Rocha Barros, Editora Escuta, 1989.

1 ano Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 ano após a matrícula.

Psicólogos Clínicos.

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Psicólogo CRP 06/70116.. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. "

   

Psicólogo CRP 06/70116. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Saúde UNESP - Bauru. Psicólogo Clínico.

Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. Interpretações Transferenciais e Contratransferenciais Parte 1
  • 2. Interpretações Transferenciais e Contratransferenciais Parte 2
  • Interpretações Transferenciais e Contratransferenciais
Voltar ao topo