Identificação Projetiva e Projeção: qual a diferença?

Identificação Projetiva e Projeção: qual a diferença?

Baseado em 0 avaliações
  • 593 Alunos matriculados
  • 03 Horas de duração
  • 6 Aulas
  • 1 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos


Psicólogo CRP 06/70116.. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru.
Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo

Aula em vídeo de 3h20 minutos. Acompanha Artigo de autoria do próprio professor para ser baixado em formado Word.

Assista em seu computador, Tablet ou Smartphone, onde e quando quiser. A partir do momento da compra você tem 1 ano para assistir esta aula.

Sobre a diferença entre projeção e identificação projetiva

1) O conceito de identificação projetiva dá margem a inúmeras interpretações. Uma das controvérsias sobre o mesmo reside no fato de saber se existe ou não diferença entre esse conceito e o de projeção.

2) O que é identificação projetiva?

3) Existe diferença entre esses dois conceitos?

4) O professor apresentará a tese de que existem duas diferenças entre os conceitos acima.

5) A primeira diferença é que na identificação projetiva introjeção está operando em conjunto com projeção.

6) Uma minuciosa análise do conceito nas obras de Melanie Klein, Bion, Thomas Ogden, James Grotstein, Betty Joseph, Elizabeth Spillius, Robert Caper, entre outros, será feita com a finalidade de demonstrar o raciocínio acima.

7) A segunda diferença é que está implícito no conceito de identificação projetiva (mas não no de projeção) a ideia de uma confusão entre sujeito e objeto, que leva a um colapso da relação triangular e a dificuldade em formar símbolos.

8) Uma análise das obras de Melanie Klein, Hanna Sega, Bion e Herbert Rosenfeld é realizada para demonstrar esse raciocínio.

9) A relação entre projeção e introjeção.

10) A diferença entre um bom equilíbrio entre os processos projetivos e introjetivos e um desequilíbrio nos mesmos.

11) A identificação projetiva como um Ciclo.

12) A diferença entre projetar no objeto e projetar para dentro do objeto.

13) Identificação projetiva e a teoria do continente e do contido de Bion.

14) Identificação projetiva e simbolismo.

15) Simbolismo e equação simbólica.

16) Identificação projetiva aquisitiva e atributiva.

17) Identificação projetiva normal e patológica.

18) Os diferentes níveis de identificação projetiva.

19) Exemplo clínico de identificação projetiva como um ciclo.

Referências

Bion WR (1991). O aprender com a experiência [Learning from experience]. Rio de Janeiro: Imago.

Bion WR (1991). Ataque aos elos de ligação. In: Spillius EB (1991). Melanie Klein hoje: desenvolvimentos da teoria e da técnica Volume 1: artigos predominantemente teóricos [Melanie Klein today v.1] Rio de Janeiro: Imago

Goretti G (2007). Projective identification: A theoretical investigation of the concep starting from ‘Notes on some schizoid mechanisms’. Int J Psychoanal88: 387-405.

Joseph B (1987). Identificação projetiva – alguns aspectos clínicos. In:Spillius EB, editor. Melanie Klein hoje – volume 1: artigos predominantemente teóricos [Melanie Klein today v.1], 146-158. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

Klein M (1946). Notas sobre alguns mecanismos esquizóides. In: Inveja e gratidão e outros trabalhos [Envy and gratitude and others works], 17- 43. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

Klein M (1955). Sobre a identificação. In: Inveja e gratidão e outros trabalhos [Envy and gratitude and others works], 169-204. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

Ogden T (1979). On projective identification. In: O´Shaughnessy E. and Spillius E. Projective Identification The fate of a Concept New York: Routledge (2012).

Rosenfeld (1988). Impasse e Interpretação. Rio de Janeiro: Imago.

Segal, H (1993). Sonho, Fantasia e Arte. Rio de Janeiro, Imago.

1 ano Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 ano após a matrícula.

Psicólogos

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Psicólogo CRP 06/70116.. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. "

   

Psicólogo CRP 06/70116. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Saúde UNESP - Bauru. Psicólogo Clínico.

Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. Introdução
  • 2. A criação do conceito de Identificação Projetiva por Melanie Klein
  • 3. O papel da Projeção e da Introjeção na Identificação Projetiva
  • 4. A confusão entre sujeito e objeto implícita no conceito de identificação projetiva
  • 5. Sobre os níveis de intensidade na Identificação Projetiva e sobre a Identificação Projetiva normal
  • 6. Vinheta Clínica e a importância do manejo da contratransferência para lidar com a Identificação Projetiva
  • Identificação Projetiva e Projeção: qual a diferença?
Voltar ao topo