É possível evitar um calote na Clínica?

Baseado em 4 avaliações
  • 637 Alunos matriculados
  • 24 Minutos de duração
  • 1 Aulas
  • 1 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos

"Dicas muito boas! "
Márcia Emília Marques Carrera Pinhatti
mais avaliações

Aula em vídeo de 23 minutos. Acompanha roteiro de aula.

Assista em seu computador, Tablet ou Smartphone, onde e quando quiser. A partir do momento da compra você tem 1 ano para assistir esta aula (caso compre assinatura o prazo é o da sua assinatura).

É possível evitar um calote na clínica? 

           Todo analista já passou ou vai passar por isso. O analista dedica seu tempo ao paciente, se esforça, realiza seu trabalho de forma honesta, justa e, acredita ele, correta. No fim das contas o paciente vai embora, devendo e não paga, nunca paga.

            É impossível o analista não ficar com raiva. Alguns tentam pensar sobre uma forma de isso não acontecer de novo, pois a situação é muito frustrante.

            Alguns analistas, principalmente principiantes, fazem a si mesmo a seguinte pergunta: “Não seria interessante assinar um contrato e toda consulta anotar a frequência do paciente e fazê-lo assinar que compareceu naquela data?”.

            Às vezes nem é o caso de o paciente ir embora sem pagar, mas acha que compareceu menos vezes do que de fato compareceu. Por exemplo, deve oito consultas ao analista, mas está convicto de que são sete. Nesses casos, não seria mais fácil manter uma ficha com presenças e colher a assinatura do paciente toda consulta?

  •             Em outras palavras, é possível evitar um calote?
  •             Que tipo de paciente vai embora sem pagar?
  •             O que o motiva a fazer isso?
  •             Podemos tomar algumas medidas para evitar que isso aconteça?
  •            O analista deve cobrar o paciente?

Essas são algumas das questões que serão respondidas nessa aula.

 

Psicólogos

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Psicólogo CRP 06/70116.. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. "

   

Psicólogo CRP 06/70116. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Saúde UNESP - Bauru. Psicólogo Clínico.

Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. É possível evitar um calote?
  • Paciente não pagou
Voltar ao topo