Dinheiro, Faltas, Atrasos, Presentes... Como não falhar?

Baseado em 30 avaliações
  • 625 Alunos matriculados
  • 01 Hora de duração
  • 3 Aulas
  • 1 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos

"Claro, objetivo e didático! Recomendo :)"
Daniela Sayuri Yamada
mais avaliações

Aula em vídeo de 1h30 minutos. Acompanha roteiro de aula para ser baixado em formado Word.

Assista em seu computador, Tablet ou Smartphone, onde e quando quiser. A partir do momento da compra você tem 1 ano para assistir esta aula.

Dinheiro, Faltas, Atrasos, Presentes.... Como não falhar em questões cotidianas da clínica psicanalítica.

O setting analítico é estruturado em torno de determinadas fronteiras que o delimitam e o definem ao mesmo tempo. O setting é um conjunto de regras e limites, tanto físicos quanto abstratos, que possibilitam a criação de um espaço único no qual podemos desenvolver uma análise nos moldes psicanalíticos. É fundamental que os limites do setting sejam respeitados, ou seja, que suas fronteiras não sejam quebradas, pois isso descaracteriza o trabalho analítico e o transforma em outra coisa que não uma análise séria. Nessa aula abordaremos alguns temas ligados à ideia de fronteiras e limites de um setting e como eles podem ser respeitados ou desrespeidatos de acordo com a atitude do analista. Abordaremos a diferença entre violação e cruzamento da fronteira em relação a: dinheiro e pagamento, tempo, local, presentes, auto-revelação, curiosidade, contato físico e encontros sociais.

  • Diferença entre violações de fronteiras e cruzamento de fronteiras.

    Relação entre fronteira e frieza ou indiferença.

  • Tempo

  • Iniciar e terminar a consulta pontualmente.

  • Sobre o analista que não consegue terminar pontualmente a sessão.

  • Devemos prolongar a sessão quando o paciente atrasa?

    Consultas em horários esquisitos.

    Local

  • Sobre a troca de local de atendimento e sua importância. 

  • Dinheiro

  • Devemos atender de graça?

  • O que fazer quando o paciente não pode mais pagar a análise?

  • Devemos baixar muito nosso preço para aceitar um paciente?

  • Meu paciente está com pagamento atrasado, devo avisá-lo?

  • Por que alguns pacientes preferem pagar por consulta?

Presentes

  • É ou não é permitido receber presentes dos pacientes?

  • Em que ocasiões um presente pode ser aceito e em que ocasiões ele não pode?

  • Qual é geralmente o significado de um pequeno presente?

  • Qual o significado de um presente caro?

  • O presente é um sinal de gratidão ou de perversão do setting?

Auto-revelação

  • É possível ser totalmente imparcial sobre a vida pessoal do analista?

  • O analista deve ou não deve contar coisas pessoais ao paciente?

  • O analista deve ou não deve responder perguntas sobre sua vida pessoal?

  • Como lidar com perguntas invasivas?

  • O que deve ser buscado e entendido para além da pergunta consciente do paciente?

  • Quando o analista tem que faltar, ele deve informar o paciente o motivo de sua ausência ou apenas dizer que vai faltar?


Curiosidade

  • Se o analista fica muito curioso de saber algo sobre a vida do paciente, ele deve perguntar? Em que situação o analista faz perguntas ao paciente?


Contato físico

  • É verdade que todo contato físico entre paciente e analista deve ser evitado?

  • Caso não, em que casos o contato é permitido e qual a participação do analista neste ato?

Bibliografia

Psicólogos

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Psicólogo CRP 06/70116.. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. "

   

Psicólogo CRP 06/70116. Sócio e fundador da Livraria do Psicanalista e do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Saúde UNESP - Bauru. Psicólogo Clínico.

Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. Sobre os horários, faltas, local de atendimento e pagamento.
  • 2. Auro-revelações, Presentes, Contato Físico e Curiosidade.
  • 3. E o analista, pode dar presente ao paciente?
  • Dinheiro, Faltas, Atrasos, Presentes... Como não falhar?
Voltar ao topo