Devo supervisionar meu paciente?

Baseado em 5 avaliações
  • 658 Alunos matriculados
  • 33 Minutos de duração
  • 1 Aulas
  • 1 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos

"Tema bom!"
Maíra Bittar Galdi
mais avaliações

Aula em vídeo de 33 minutos. Acompanha roteiro. Assista em sua casa, em seu computador, smartphone ou tablet.

Devo dar supervisão a meu paciente?

  • Devo supervisionar meu paciente? 
  • Qual a relação do fato de o analista querer supervisionar seu paciente e o Complexo de Édipo?.
  • Qual a relação do fato de o analista querer supervisionar seu paciente e o conceito de narcisismo?.
  • O que dizer ao paciente que pede ao analista para este lhe dar supervisão? 
  • O que isso significa esse pedido?
  • Qual o pedido consciente e o inconsciente existentes nesses casos?
  • E se o paciente começa a querer transformar, sem pedir permissão, a análise em supervisão e o analista em supervisor? Ou seja, começa a gastar muito tempo perguntando ao analista o que acha sobre esse ou aquele caso clínico. O que fazer?

Psicólogos

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Contato para Supervisão e Atendimento OnLine: 14-9.9772.3707"

   

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo CRP 06/70116 Psicólogo. Psicanalista Membro Filiado da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo SBPSP. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pela UNESP Bauru. Fundador e docente do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Fundador da Livraria do Psicanalista. Curador do Projeto de Ensino a Distância da Livraria do Psicanalista. Autor do Livro “Vínculo mãe-bebê e conflitos edípicos em crianças com Psoríase – um estudo de Psicossomática Psicanalítica, publicado pela Editora Zagodoni. Coordenador do Curso de Formação em Psicoterapia Psicanalítica do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru.


Nenhuma descrição cadastrada.

Conteúdo Programático

  • 1. Devo dar supervisão a meu paciente?
  • devo supervisionar meu paciente
Voltar ao topo