Contrato Terapêutico ou Acordo Terapêutico?

Baseado em 12 avaliações
  • 923 Alunos matriculados
  • 37 Minutos de duração
  • 1 Aulas
  • 1 Módulos
  • 1 Avaliação
  • Certificado de conclusão
ASSINE JÁ

Obtenha acesso a este e outros cursos

"Meu aprendizado foi ótimo e garantidor da verdade e da ética profissional."
Carlos
mais avaliações

Aula em Vídeo de 37 minutos. Contém arquivo para ser baixado em PDF. Assista em seu computador, tablet ou smartphone. 

Contrato Terapêutico ou Acordo Terapêutico?

            A presente aula nasceu da necessidade que alguns psicólogos têm de entender o significado do contrato terapêutico em psicanálise, assim como suas principais características.

            O setting analítico precisa ter regras. A ordem social e individual só pode se constituir a partir da criação e obediência a regras. O paciente procura o analista para que este o ajude a se organizar internamente. O espaço dentro do qual acontece a terapia, portanto, tem que ser organizado e ter algumas regras claras e determinadas. 

            Ao estabelecer o contrato o analista está apresentando ao paciente uma dose de princípio de realidade.

            Mas o contrato, em psicanálise, tem um significado diferente. Na verdade, não deveria chamar-se contrato. Esse nome não faz jus ao que acontece na análise. 

            Todo psicanalista sabe que o contrato psicanalítico não é um verdadeiro contrato; e utilizam esse nome sabendo que se referem a algo diferente. Mas e aqueles que não sabem disso? 

            Essa aula é destinada a esses profissionais.

Principais dúvidas sobre o acordo terapêutico

  1. No que se baseia o acordo terapêutico?
  2. É indicado assinar um contrato?
  3. De que forma o acordo deve ser apresentado?
  4. Devemos fazer o paciente assinar uma lista de presença?
  5. Devemos exigir pagamento semanal?
  6. Quais itens devem ser abordados no contrato?
  7. É correto cobrar adiantado?

Psicólogos

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo
"Contato para Supervisão: 14-9.9772.3707"

   

Guilherme Magnoler Guedes de Azevedo CRP 06/70116 Psicólogo. Psicanalista Membro Filiado da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo SBPSP. Mestre em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pela UNESP Bauru. Fundador e docente do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru. Fundador da Livraria do Psicanalista. Curador do Projeto de Ensino a Distância da Livraria do Psicanalista. Autor do Livro “Vínculo mãe-bebê e conflitos edípicos em crianças com Psoríase – um estudo de Psicossomática Psicanalítica, publicado pela Editora Zagodoni. Coordenador do Curso de Formação em Psicoterapia Psicanalítica do Instituto de Estudos Psicanalíticos de Bauru.


Confira algumas dúvidas mais comuns sobre a emissão e validade do certificado: 

- Meu certificado emitido através deste site tem validação do MEC? 

Os cursos autorizados pelo MEC são de Graduação e Pós-Graduação e as Secretárias Estaduais de Edução autorizam cursos técnicos profissionalizantes e do ensino médio. Cursos online são classificados, por lei, como cursos livres de atualização ou qualificação, ou seja, não se qualifica como graduação, pós-graduação ou técnico profissionalizante. 

Os Cursos Livres, passaram a integrar a Educação Profissional, como Nível Básico após a Lei nº 9.394 - Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Essa é uma modalidade de educação não-formal com duração variável, a fim de proporcionar conhecimentos que permitam atualizar-se para o trabalho, sem exigências de escolaridade anterior. 

Educação é um direito de todos e é um incentivo a sociedade, previsto por lei na Constituição Federal. É com essa base que trabalhamos, incentivando a educação. Os cursos livres e os certificados tem validade para fins curriculares e certificações de atualização ou aperfeiçoamento, não sendo válido como técnico, graduação ou pós-graduação. 

- Meu certificado é aceito pelo CREA, CRC e CRM? 

Conforme citado acima, nossos cursos são de nível básico e livre, ou seja, servem para atualização e qualificação. Todos esses órgãos são de nível superior.

(Fontes: Secretaria de Educação de São Paulo e ABED)

Conteúdo Programático

  • 1. Contrato ou Acordo Terapêutico
  • contrato
Voltar ao topo